• Início

Emigração na Festa do "Avante!" - 7 a 9 Setembro, Atalaia - Amora, Seixal

festa_avante_pav_emigracaoA Festa do "Avante!" é um ponto de encontro, ano após ano, para os emigrantes e ex-emigrantes, amigos e camaradas que vivem e trabalham no estrangeiro, que organizam as suas férias de forma a coincidirem com a Festa. Este ano a Festa decorre durantes os dias 7, 8 e 9 de Setembro, na Atalaia - Amora/Seixal.

O visitante do espaço da Emigração encontrará uma exposição que aborda os problemas e a luta dos emigrantes pela sua resolução, a intervenção das organizações do PCP no estrangeiro, bem como as propostas e a intervenção do PCP na Assembleia da República e no Parlamento Europeu.

O visitante, poderá, também adquirir o jornal Em Movimento – da responsabilidade da Direcção da Organização na Emigração do PCP – e outros documentos com as propostas e intervenção do PCP relacionados com a nossa diáspora.

No Bar da Emigração, poderão desfrutar uma paisagem da Festa mas também da baia do Seixal tendo Lisboa como pano de fundo. No Bar da Emigração poderá refrescar a garganta com uma água, um sumo, uma cerveja ou, se preferir, com uma especialidade da casa, a sangria do Quim. Para acompanhar temos também outras especialidades que vão desde as sopas de legumes ou de peixe, à salsicha alemã grelhada, a febra no pão e ainda os crepes que poderão ser acompanhadas de um café ou, se preferir, de um champagne genuíno.

O Apoio ao Bebé, concebido a pensar nas necessidades dos pequenos visitantes da Festa, é um espaço onde podem tratar da higiene mas também da alimentação.

ImprimirEmail

Trabalhadores da construção civil na Suíça protestam contra trabalho sem regras

20070629manif_luzerne9Os cerca de 20 mil trabalhadores portugueses a trabalhar no sector da construção civil na Suíça serão atingidos pela decisão unilateral, por parte da associação dos empreiteiros e empresas da construção civil na Suíça,  de denúncia do convénio nacional acordado entre o patronato e os sindicatos. Um sector que ocupa mais de 100 mil trabalhadores. Entre os mais de dois mil trabalhadores que neste dia se deslocaram a Luzerna encontravam-se muitos portugueses. O Avante desta semana dá notícia desta acção de protesto.

ImprimirEmail

PCP na Guarda denuncia: Portugueses explorados na Roménia

pcp-logotipoO Secretariaido da Direcção da Organização Regional da Guarda (DORG) do PCP emitiu um comunicado no dia 30 de Junho onde denuncia as condições de exploração em que se encontram cerca de 200 trabalhadores portugueses na Roménia contratados pela empresa Delphi  Esta empresa que tem em vista o despedimento de mais de 700 trabalhadores da sua filial na Guarda até final do ano, desloca trabalhadores impondo-lhes condições de autentica escravatura.  Esta é uma notícia que pode ler no Avante desta semana. Veja aqui o comunicado da DORG.

Ler mais

ImprimirEmail

Mais artigos...