Realizou-se no passado Domingo, 24 de Outubro, a XV Assembleia da Organização do PCP, na Suíça

Publicado em

A Assembleia, que esteve marcada para 2020, acabando por não se concretizar pela situação epidémica vivida, realizou-se em Lausana e contou com a presença de 15 camaradas vindos de diferentes cantões suíços.

Nesta Assembleia foi feita a prestação de contas do trabalho realizado desde a última Assembleia em 2018, procedeu-se a uma avaliação do trabalho partidário no seio da emigração portuguesa na Suíça, definiram-se orientações e prioridades para o trabalho futuro.

Na discussão realizada, apontaram-se medidas para assegurar a vida, dinamização e funcionamento dos núcleos regionais do Partido, como aproveitar as potencialidades existentes de recrutamento, assim como dinamizar a recolha regular de quotização e das contribuições para o Partido.

No debate dos problemas da emigração portuguesa, salientou-se a necessidade de elaborar um documento que pudesse ajudar a comunidade portuguesa, relativamente aos seus direitos. A Assembleia manifestou ainda, preocupação quanto à qualidade dos serviços consulares e o seu deficiente grau de cobertura.

A Assembleia elegeu, por unanimidade, o novo Organismo de Direcção Nacional.

Rui Braga, do Secretariado do Comité Central, que acompanhou os trabalhos, a par da abordagem da situação política e social em Portugal e das propostas do PCP, sublinhou na sua intervenção a necessidade de os comunistas portugueses na Suíça se empenharem activamente na luta pelos direitos e aspirações da emigração portuguesa, quer através da sua relação com Portugal e com o Estado português, quer na sua relação com a sociedade suíça onde vivem e trabalham.

Ver +fotos >>>

Imprimir