Comunistas portugueses realizam a 14ª Assembleia da Organização do PCP na Suíça

20181104 suicaOs militantes comunistas residentes na Suíça realizaram a sua 14ª Assembleia no passado dia 4 de Novembro, na cidade de Yverdon-les-Bains, no cantão de Vaud. Estiveram presentes 16 militantes, em representação dos diversos núcleos do PCP espalhados pelo país.

O primeiro ponto da ordem de trabalhos foi o balanço de actividades dos núcleos do PCP na Suíça. O panorama geral dos núcleos é de resistência perante a propaganda anticomunista actual, em particular na Suíça. Apesar da realização regular de actividades, o regresso de muitos emigrantes a Portugal tem afectado as organizações do partido, e um dos desafios actuais é chegar também aos emigrantes das mais recentes vagas.

 

Os militantes presentes prestaram homenagem ao recém-falecido camarada Manuel Beja. Um comunista convicto, deixou um legado de grande prestígio e um exemplo no Partido, bem como no movimento sindical e no movimento associativo suíços.

Seguiu-se a planificação das actividades para 2019, com especial ênfase para acções relativas às eleições que se avizinham, para o Parlamento Europeu em Maio, e legislativas em Outubro. A reunião serviu também para a eleição do novo Organismo de Direcção Nacional (ODN), aprovado por unanimidade pelos presentes.

A Assembleia culminou com a intervenção do camarada Rui Braga, membro do Secretariado do Comité Central do PCP. A sua intervenção recordou o passado recente de austeridade em Portugal, em particular durante o governo PSD-CDS, os avanços e limitações da actual solução governativa, e as perspectivas do PCP para a luta actual e vindoura.

ImprimirEmail