100 anos Revolução Outubro

2017 logo centenario revolucao outubro cor

Newsletter

Assinar Newsletter


Receber em HTML?

OS CRAVOS DE ABRIL - VALORES QUE SE PROJECTAM NO FUTURO DE PORTUGAL

festa_dos_cravos1 Os comunistas portugueses na Alemanha comemoraram os 38 anos da Revolução de Abril na 2ª Festa dos Cravos, no dia 3 Junho, em Leverkusen, na qual participaram também muitos amigos, nomeadamente camaradas alemães e de outras nacionalidades, solidários com esse acontecimento heróico da luta dos trabalhadores, do povo e do PCP, que foi o 25 Abril.

Em ambiente de grande confraternização, e apesar da chuva, ouviu-se música de Abril, projectou-se o vídeo com o poema de Ary dos Santos, "As portas que Abril abriu", e não faltaram as especialidades portuguesas a começar pela sardinha assada.

festa_dos_cravos5 A camarada Rosa Rabiais, do Comité Central do PCP, valorizou a onda de lutas que se travam nas empresas e nas ruas, em vários países da Europa, com destaque em Portugal para a manifestação de 11 de Fevereiro, no Terreiro do Paço em Lisboa, a grande Greve Geral de 22 Março, a manifestação em defesa das freguesias e do poder local democrático e tantas outras lutas em diversos sectores e empresas contra as brutais e desumanas medidas de austeridade das Troikas estrangeira e nacional, que impõem mais e mais sacrifícios a quem vive do seu trabalho, afundam a economia e comprometem a sobefesta_dos_cravos4 rania nacional, numa das mais profundas e perigosas ofensivas desde os tempos do fascismo.

Foi também valorizada a resistência e a luta que a comunidade portuguesa na Alemanha tem desenvolvido contra as medidas que, em nome da crise, encerram vice-consulados e atacam o ensino do português no estrangeiro.

festa_dos_cravos6 Os comunistas portugueses na Alemanha, perante a difícil, desigual e perigosa luta de classes que se trava em Portugal, reafirmam a sua convicção de que com a resistência e a luta, com confiança, coragem e determinação, com o reforço da influência política do PCP e a sua ligação às massas, é possível retomar os valores da Abril e projectá-los do futuro de Portugal.

O camarada Klaus Weissmann, da direcção do DKP, dirigiu uma saudação aos presentes, em nome da Presidente do Partido, congratulando-se pela realização da Festa do PCP, relembrando as principais conquistas alcançadas pela Revolução em Portugal e desejando êxitos para a luta que travamos.